sexta-feira, junho 28, 2013

PSD nas sondagens, 2001-2013

Graças ao trabalho incansável do Miguel Maria Pereira, bolseiro do projecto POPSTAR (em breve terei novidades que poderão ser interessantes), e da ajuda da ERC, temos agora uma coisa simples mas útil: uma base de dados das sondagens eleitorais desde 2001. Um exemplo abaixo do que se pode fazer com isto: a evolução das intenções de voto no PSD. Porque as sondagens divulgam os resultados de maneira diferente - com e sem indecisos, aplicando filtros que diminuem a % de brancos e nulos, etc. - estes resultados representam a % de intenções de voto no PSD em relação ao total dos 5 maiores partidos, de modo a aumentar a comparabilidade entre as diferentes sondagens. Logo, o que interessa aqui não é tanto uma comparação com resultados eleitorais reais (que serão sempre menores), mas sim a comparação ao longo do tempo. Sinalizei alguns factos políticos relevantes para nos situarmos. A linha é um smoother LOESS a 5%. É melhor clicar na imagem para ver bem.


















 Julgo que não precisa de muitos comentários. Talvez dizer que o declínio do PSD desde 2011, depois de uma breve fase inicial de sustentação (que Barroso não teve), tornou-se logo de seguida mais acentuado e rápido que o que sofreu desde 2002 e que, hoje, o PSD está com intenções de voto nos mínimos dos últimos 12 anos, mas que esses mínimos já foram atingindos em várias circunstâncias (Santana Lopes, Menezes, Ferreira Leite). A dúvida, claro, é o que pode estar ainda para vir.
Enviar um comentário