sexta-feira, fevereiro 17, 2006

Piccolo divertimento

Em Itália, as eleições estão marcadas para o dia 9 de Abril de 2006. O crescimento económico médio nos últimos quatro anos não se recomenda: 0,7%. Em 2005, apenas 0,2%. A campanha deverá correr, em princípio, sob nova legislação obrigando a uma cobertura mediática equilibrada dos vários partidos. Mas as eleições vão decorrer sob um novo (mais um) sistema eleitoral, desta vez de representação proporcional, que deverá beneficiar a direita.

A Unione de Prodi procura desalojar a Casa de Berlusconi. Mas a Unione é tudo menos o que o nome indica: é um saco de gatos, reunindo desde democratas-cristãos (seja lá o que isso queira dizer hoje em Itália) até Trotsquistas (idem), cujo único objectivo em comum é correr com Berlusconi e repartir os despojos. E a Itália é a Itália, e Berlusconi é Berlusconi. Berlusconi esse que se descreveu há dias como "o Jesus Cristo da política", já prometeu que vai baixar os impostos, aumentar as pensões, e abstinência sexual até ao dia das eleições (esta última promessa já foi retirada, as outras ainda não).

Mas não se equivoquem: there is some method to his madness, como se diz no Economist.

Começo agora de mansinho, e deixo as análises complicadas lá mais para a frente. Notem, contudo:
- entre 1/5 e 1/4 de indecisos;
- margens para a Unione entre 0 e 8 por cento;
- e que essa margem de 0 por cento é dada por uma sondagem encomendada pela...Forza Italia. Ao menos aqui sabemos com o que contamos...

Enviar um comentário