segunda-feira, fevereiro 13, 2006

Uma sondagem dos muçulmanos britânicos (pré-cartoons)

Comentada aqui, e apresentada em detalhe no site da Populus (consultar o Poll Archive).

Há dados reconfortantes, mas outros perturbantes. Menos de um terço dos muçulmanos britânicos recusa o direito à existência de Israel eum máximo de 16% (dependendo dos alvos e locais) acham que atentados suicidas podem ser justificados. Contudo, estas percentagens são sempre mais elevadas entre os mais jovens, que em todas as questões revelam maior radicalização. Questão "de idade" (ciclo de vida) ou uma nova geração mais fundamentalista?
Enviar um comentário