segunda-feira, setembro 17, 2007

Grécia

Com as últimas sondagens a terem sido conduzidas há mais de duas semanas, e com uma aparente aproximação entre PASOK e ND desde Julho, a incerteza era grande. Mas o sobrinho de Constantine Karamanlis voltou, tal como em 2004, a ganhar ao neto de George Papandreou e ao filho de Andreas Papandreou. Por outras palavras, apesar dos resultados serem ainda provisórios, ganhou a ND, liderada por Costas Karamanlis, com 42% dos votos, contra o PASOK, com 38%. A ND preserva à maioria absoluta, por uma unha negra.



Falou-se muito sobre os incêndios e sobre o castigo ao governo que eles trariam. Mas a ter havido castigo, foi para o "bloco central". ND e PASOK perdem, em comparação com 2004, quer em percentagem de votos quer em deputados. O Partido Comunista passa de 6 para 8% e ganha 10 deputados, o SYRIZA (para simplificar, uma espécie de BE lá do sítio, mas com mais conflitos internos) passa de 3 para 5% e ganha 10 deputados, e o LAOS (é difícil explicar do que se trata, mas imaginem uma espécie de Partido da Nova Democracia com esteróides) ganha 10 deputados.
Enviar um comentário