sexta-feira, abril 03, 2009

Portugal nos índices internacionais de "bom governo"

A propósito de um comentário mais abaixo, fui ver como estamos. Os índices são construídos de maneiras diferentes, com objectivos e pressupostos normativos diferentes e englobando conjuntos de países diferentes. Não tenho tempo para me alargar nos detalhes, mas deixo as ligações para quem queira investigar. As posições são dadas em relação ao conjunto dos países da OCDE (são 30) e em relação às "novas democracias" da OCDE (são 10) e para os períodos temporais mais aproximados entre si que foi possível:

Bertelsmann Foundation Management Index (2007-2008) Portugal 20º; entre as novas democracias, (depois da Coreia do Sul, da Eslováquia e da Hungria).

World Bank Governance Indicators (2007, calculei a média dos 6 indicadores): Portugal 20º; entre as novas democracias, .

World Economic Forum Global Competitiveness Index (2007-2008): Portugal 23º, entre as novas democracias, (depois de Coreia do Sul, Espanha e República Checa).

Heritage Foundation Index of Economic Freedom (2007-2008): Portugal 25º; entre as novas democracias, .

Há mais coisas, sob perspectivas diferentes, tais como o Product Market Regulation Index (mas faltam dados para alguns países) ou, pelo lado do grau de democracia, a Polity IV ou a Freedom House (mas nestes não há variância para as democracias mais avançadas, como a nossa, e o que está sob estudo é algo diferente). E haverá mais índices deste género? Digam coisas.

Isto é bom? É mau? Meio cheio? Meio vazio? Não sei. Eu não fico satisfeito com menos do que o 1º lugar e, para além disso, o conjunto da OCDE pode ajudar a que nos posicionemos melhor (faltam aqui muitas outras "novas democracias"). Mas concordo que, deste ponto de vista, parece que o mundo não nos vê assim tão profundamente atolados como nós próprios vemos. Enfim, o costume.
Enviar um comentário