sexta-feira, fevereiro 09, 2007

As sondagens interpretadas na imprensa

As expectativas partilhadas pelos jornalistas sobre o que irão ser os resultados são facilmente inferidas na base do tratamento dado às sondagens na imprensa.

1. Destaque de primeira página no Expresso para os votos válidos no "Sim": 53,1%.

2. Jornal de Notícias: 58% na primeira página, mas em letra pequena. Ênfase na peça à possível desmobilização dos jovens.

3. Público: é quase preciso virar o jornal do avesso para descobrir os 62% e toda a ênfase da peça é na "descida" do Sim e nos factores de incerteza.

Em resumo: independentemente dos resultados das sondagens, a incerteza é grande e ninguém acredita em vantagens confortáveis do "Sim".
Enviar um comentário