terça-feira, março 14, 2006

Aumenta a incerteza em Israel

Ninguém duvida que os dias que correm podem ser cruciais para o futuro de Israel e da Palestina. Os seus destinos estão ligados até nisto: a partir da vitória do Hamas, começou a descida do Kadima nas sondagens em Israel, como relata o Political Arithmetik:

É natural que haja mais desgaste no Kadima: a maior parte dos israelitas opõe-se à retirada parcial de civis da Margem Ocidental (saem civis, a IDF fica) sugerida por Avi Dichter, possível futuro ministro da defesa.

Dialog, 8 de Março, N=600.
Do you support or oppose the plan of Kadima to evacuate settlements unilaterally as Avi Dichter proposed this week?
Support: 37%
Oppose: 49%
Other: 14%

No fim de semana, Olmert foi ainda mais categórico: retirada até 2010 e, pelo caminho, 80.000 evacuados dos territórios ocupados. Vamos ver os efeitos que isto produz até ao dia 28 de Março. Até que ponto anteriores votantes no Likud, entretanto atraídos pelo centro representado pelo Kadima, regressarão ao redil? A acompanhar com atenção, mas uma coligação Kadima/Trabalhistas continua a ser o mais provável.
Enviar um comentário