domingo, maio 06, 2007

Madeira, 4

Quando recebem os resultados de sondagens, os jornalistas obtêm declarações dos responsáveis políticos reagindo a esses resultados, de forma a divulgar essas declarações em conjunto com os resultados. Este é o meio mais comum de disseminação "privada" dos resultados de uma sondagem antes da sua divulgação oficial: seja porque estão outros jornalistas presentes no momento da recolha dessas reacções seja porque os responsáveis políticos passam essa informação a outros jornalistas de outros órgãos de comunicação.

Um jornalista do Diário de Notícias da Madeira escreveu para este blogger comentando este meu post:

"Eu acho que o assunto merece reflexão. Pelas declarações inqualificáveis do Pedro usando termos como 'usurpar' e pelas insinuações graves '0s resultados chegaram às mãos do jornal por via privada, provavelmente através dos partidos'. E também no capítulo das estratégias de comunicação. Toda a gente sabe que há meios que encomendam sondagens e que fornecem dados a terceiros para estes ajudem a amplificar a notícia. Terá sido o caso?".

E no blogue acrescenta-se:

"O que eu penso é que mesmo que tenha havido fuga de informação, seria a primeira vez que isso aocntecia. E mais. Confirmo que na tarde desse mesmo dia - quando o site online do DN local deu notícias - vários quadrantes políticos regionais já tinham conhecimento dos resultados provavelmente porque os autores da sondagem também não terão guardado grande segredo sobre os mesmos..."

Bem, três coisas. Em primeiro lugar, o que quis dizer com 'os resultados chegaram às mãos do jornal por via privada, provavelmente através dos partidos' é o que escrevi na abertura deste post, e lamento se isso não ficou claro.

Segundo, no fundamental, "o Pedro" ficou na mesma. Continuo sem saber por que razão um órgão de comunicação social divulga os resultados de uma sondagem encomendada por outro órgão de comunicação social antes daquele que encomendou ter tido a oportunidade de a divulgar publicamente. Disseram-me hoje que não foi apenas o DN-Madeira a fazer isso, e que a TSF daqui também o terá feito. Continuo sem encontrar justificação para isso, e o autor do e-mail não a dá.

Terceiro, "os autores da sondagem" limitaram-se a enviar os resultados e respectiva ficha técnica às direcções de informação da RTP e da RDP e à Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Quanto a "estratégias de comunicação", não sei, mas sei que as direcções de informação da RTP e da RDP não estão contentes com o sucedido, e com toda a razão.

De resto, o DN-Madeira e a TSF, por terem divulgado resultados de uma sondagem sem facultarem a respectiva ficha técnica completa arriscam-se a uma sanção pesada da ERC. E para quê? Por duas meras horas...
Enviar um comentário