segunda-feira, julho 04, 2005

A saída de O'Connor (actualizado)

Sandra Day O'Connor vai sair do Supremo Tribunal americano. "Moderate conservative", é como é descrita pela imprensa. As análises de comportamento judicial confirmam: O'Connor votou contra precedentes ditos "liberais" 70% das vezes, enquanto só o fez para precedentes "conservadores" em 30% das vezes.* Contudo, num tribunal maioritariamente conservador (muito mais conservador do que nos tempos de Fortas, Warren, Brennan ou Marshall), O'Connor até faz figura de liberal, tendo à sua esquerda apenas juízes como Breyer ou Ginsburg. Os últimos, aliás, foram ambos nomeados por Clinton. O resto são nomeações de presidentes Republicanos.

Será talvez um exagero dizer-se que "the Senate debates may prove more divisive than those over Judge Robert Bork, a conservative rejected by the Senate in 1987, and Justice Clarence Thomas, who became the Supreme Court's most conservative judge after winning narrow Senate confirmation in 1991". É difícil imaginar algo, à excepção de uma guerra civil, que possa ser "more divisive" que as nomeações de Bork e Thomas.

Mas não vai ser bonito. Para já, a coisa não parece muito favorável aos Democratas:

1. Bush não concorre a novas eleições, logo, sente-se menos constrangido;

2. Do ponto de vista do conteúdo das políticas públicas, os Democratas têm muito a perder com a entrada de alguém hostil à affirmative action ou ao aborto;

3. Os Republicanos poderiam ter muito a perder do ponto de vista eleitoral, ao apresentarem-se como excessivamente conservadores. Mas o que se passa é que:

In general, is the United States Supreme Court in-step with your beliefs, out-of-step with your beliefs, do you not know enough about the court to have an opinion?
In step: 27%
Out of step : 53%
Don’t know: 20%

Survey USA, Julho 1, N=1200, Telefónica

E agora perguntamo-nos : out of step em que sentido? Neste:

Suppose one of the U.S. Supreme Court justices retires at the end of this term. Would you like to see President Bush nominate a new justice who would make the Supreme Court more liberal than it currently is, more conservative than it currently is or who would keep the Court as it is now?

More Liberal: 30%
More Conservative: 41%
Keep As It Is Now: 24%
Unsure: 5%


Gallup, Junho 16-19, N=1006.

Mais conservador? Com certeza, arranja-se já.

P.S.- Sobre o mesmo tema, ver os posts do Causa Nossa e do Insurgente (mas o que quer dizer AAA com "o sinal correcto")?

*Jeffrey A. Segal e Harold J. Spaeth, The Supreme Court and the Attitudinal Model Revisited. Nova Iorque: Cambridge University Press, 2002.

Enviar um comentário