quinta-feira, outubro 12, 2006

655.000

Uma utilização menos usual da técnica do inquérito por questionário: um estudo publicado pela revista Lancet estima em 655.000 o número de mortos devidos à invasão no Iraque. Este "devido" deve ser concebido com significando que estas mortes estão "em excesso" em relação ao que seria previsível na base das taxas de mortalidade verificadas nos anos imediatamente anteriores. O estudo revela também que a taxa de mortalidade mais do que duplicou no período 2003-2006 em relação ao período anterior, e que parece estar a aumentar. Estima-se que cerca das 600.000 mortes tenham sido violentas.

Como se calcularam estes números? O melhor é ler. A base é um inquérito por questionário a 12.000 iraquianos. A metodologia é complexa e haverá muitos pontos para debate. Exemplo num blogue: aqui.

Entretanto, há quem recorra, como habitualmente, à fé : George W. Bush ou John Howard dizem que não "acreditam" nos números.
Enviar um comentário