sexta-feira, janeiro 05, 2007

Ségo-Sarko

Agora que muitas investiduras tiveram lugar e que Sarkozy apresentou a sua declaração de candidatura, Dezembro parece bom momento para começar a acompanhar as intenções de voto para as presidenciais francesas. Não que as sondagens realizadas ao longo de 2006 tenham dito coisas muito diferentes daquilo que as de Dezembro dizem: Ségo e Sarko estão lado a lado, com pequenas variações de instituto para instituto.



E este ano vamos salvar muitas árvores e poupar muita tinta a propósito de temas como a "subida da extrema-direita", o fenómeno "Frente Nacional" e o Angst habitual sobre tudo o que sucede em França: não haverá surpresa Le Pen. O que não impede, pelo contrário, análises interessantes sobre o eleitorado da Frente Nacional. Ver, por exemplo, esta entrevista com Nonna Mayer, do CEVIPOF, que desfaz alguns mitos sobre o assunto.

E a propósito desta entrevista, veja-se como os sites dos institutos de sondagens franceses são um manancial de informação onde os fanáticos destes temas se podem entreter ininterruptamente daqui até ao dia das eleições. Particularmente interessantes são os seguintes dossiês:

1. BVA: os temas chave da campanha;

2. A síntese de fim de ano de Pierre Giacometti, director da IPSOS;

3. Todo o site especial da TNS-Sofres dedicado às presidenciais;

4. O Barómetro Político Francês do CEVIPOF.


Voltarei com mais calma a alguns dos resultados destes estudos.
Enviar um comentário