quinta-feira, abril 07, 2011

Gráfico actualizado





















Já inclui as sondagens da Aximage e do CESOP/Católica. Mas ouçam: como me comentavam  no Twitter, as sondagens andam com um prazo de validade baixo. O que se passou ontem pode ter consequências. Tudo depende, mais uma vez, de quem aparece como tendo tido "a culpa".

Não excluo que, para o PS e para o governo, resistir à ajuda externa possa ter resultado da convicção de que essa ajuda seria uma coisa negativa. Mas a verdade é que ter resistido até às eleições teria produzido um outro efeito "benéfico": obrigar a que fosse um futuro governo PSD ou PSD/CDS a trazer o FMI para dentro de casa. Mas isso perdeu-se ontem: foi este Governo que o trouxe. Pode argumentar que foi obrigado a fazê-lo devido à actuação da oposição e do Presidente, claro. Mas o que a sondagem da Católica mostra é que uma maioria relativa clara coloca as culpas no governo caso fosse necessária intervenção externa. Não num qualquer futuro governo, mas neste. Logo, a questão que se segue para as próximas sondagens é perceber o efeito disto.
Enviar um comentário