sexta-feira, abril 22, 2005

Ratzinger

Eu sei que não é o tema deste blogue, mas ler tantos disparates sobre o Cardeal Ratzinger torna-se um bocado cansativo. Quem ache que ele não passa de um "Panzerkardinal" faria bem em ler este artigo, um debate entre o "God's Rottweiler" e o perigoso conservador Jurgen Habermas. E já agora, se não for muita maçada, o nº1 do volume 156 da Brotéria (2002), com um artigo onde se menciona a recuperação feita por Ratzinger, aquando da divulgação do "terceiro segredo", das interpretações críticas do jesuíta Edouard Dhanis em relação às aparições de Fátima. Ou então leiam só isto:

"Though responses were made to his criticisms, Fr. Dhanis’ work became the reference for the adversaries of Fatima, and in progressivist circles he emerged as the leading "expert" on the subject. Father Dhanis never retracted any of his perfidious criticisms of Fatima, but his writings nevertheless continue to be consulted and referred to, by opponents of Fatima, as authoritative on the matter. For example, in The Message of Fatima, the June 26, 2000 booklet published by Cardinal Ratzinger and Archbishop Bertone, the only cited "authority" was Fr. Dhanis, whom Cardinal Ratzinger called an "eminent scholar" on Fatima." (completo, aqui, num site publicado pelos sectores ultraconservadores da Igreja Católica americana).

Curioso, não? Vantagens de ter este colega de andar no ICS...
Enviar um comentário