sexta-feira, setembro 12, 2008

Voto por ideologia/identificação partidária- Gallup

Um dos resultados mais interessantes das sondagens sobre as eleições americanas não são tanto as intenções de voto gerais, mas a história que é contada pelos cruzamentos entre identificação partidária e voto.

Se olharem para esse cruzamento, a história das últimas semanas fica muito (demasiado?) simples:

1. Voto McCain entre Republicanos conservadores:
4-10 Agosto: 90%
1-7 Setembro: 94%

2. Voto McCain entre Republicanos moderados/liberais:
4-10 Agosto: 70%
1-7 Setembro: 78%

3. Voto McCain entre independentes:
4-10 Agosto: 33%
1-7 Setembro: 28%

3. Voto Obama entre independentes:
4-10 Agosto: 22%
1-7 Setembro: 29%

Não sei se perceberam a história: são os benefícios e os custos de Palin. McCain reforça a base, mas enfraquece junto aos independentes. O primeiro movimento foi o que lhe permitiu encostar a Obama. O segundo movimento é o de que Obama precisa que se consolide para ganhar em Novembro.

P.S- E antes que digam ou pensem:
1. Estas flutuações, apesar de não muito grandes e de se darem em sub-amostras, podem ser significativas porque não se referem a uma única sondagem, mas ao conjunto de todos os inquiridos na tracking poll durante uma semana.
2. Claro que a probabilidade dos independentes acabarem por votar é menor.
3. À luz disto, percebe-se melhor isto, não?: Barack Obama's campaign is seeking to retake the offensive in the contest against John McCain today with a renewed focus on the economy.
Enviar um comentário