segunda-feira, outubro 06, 2008

Avé Maria

O terceiro coelho que a candidatura de McCain tirou da cartola - depois de Sarah Palin e do "congelamento da campanha" - é o ataque às ligações de Obama a Bill Ayers, antigo líder dos Weathermen. Não é a primeira vez o assunto aparece: a candidatura de Hillary Clinton foi, aliás, a primeira a falar dele. Há uma breve análise dos factos num post antigo, de Fevereiro, de Noam Scheiber.

Não há muito a dizer, a não ser que cada coelho denuncia de forma crescente a percepção de que a eleição está perdida a não ser que se faça uma jogada desesperada. No futebol americano chama-se a isto um "hail Mary pass":

"a very long forward pass thrown near the end of a game where there is no probability for any other play to score points. This play is unlikely to be successful, because of the general inaccuracy of the pass and the defensive team's preparedness for the play makes it likely that it can intercept or knock down the ball."

Um dos passes bem sucedidos mais famosos de sempre é o "Flutie pass", num jogo entre Boston College e Miami:
Enviar um comentário