segunda-feira, maio 09, 2011

House effects

O modelo que estima os resultados por mês onde o trabalho de campo foi terminado controlando os efeitos do facto de as sondagens terem sido feitas por empresas diferentes sugere que o PSD voltou a descer de Abril para Maio (2 pontos) mas que o PS deixou de subir. Por outras palavras, o apertar da diferença das sondagens realizadas de Abril para Maio dá-se à custa de uma descida do PSD, não de uma subida do PS (ao contrário do que sucedeu de Março para Abril, em que PS subiu e PSD desceu). Os valores estimados não são importantes, porque variam de acordo com a empresa que seja tomada como categoria de referência. Só as tendências são relevantes nesta análise.

Já agora, quem é que subiu das sondagens de Abril para as sondagens de Maio? O CDS-PP, claro, 1,8 pontos.
Enviar um comentário