terça-feira, maio 26, 2009

Europeias. Aximage, 18-22 Maio, N=1200, Tel.

PS: 38,0%
PSD: 31,1%
BE: 8,5%
CDU: 7,9%
CDS-PP: 6,3%

Aqui e aqui. As notícias são omissas sobre indecisos, pelo que talvez possamos presumir que o que falta aqui para 100% (8,2%) serão votos para outros partidos, brancos e nulos.

4 comentários:

Anónimo disse...

Se comparar-mos com a ultinma sondagem da Aximage todos os partidos descem á excepção do CDS que tem uma ligeira subida,é caso para perguntar para onde foram os votos que todos perderam?

PS-tinha 40,5 tem 38 -2,5
PSD tinha 34 tem 31,1 -2,9
BE tinha 9,7 tem 8,5 -1,2
PCP tinha 9,2 tem 7,9 -1,3
CDS tinha 5,9 tem 6,3 +0,4

È no minimo estranho, a não ser que haja outros partidos a subirem e a recolherem estes votos,

Anónimo disse...

O Pedro Magalhães que me desculpe mas o que, para além desta ocultação de indecisos, eu acho incrível é que haja jornais (ou empresas) que ainda não perceberam que estão legalmente obrigados a publicar os resultados brutos.

Muito gostaria eu de saber se a ERC olha para estas constantes violações da lei com a displiscência que parece.

Será que a ERC não percebe que, no caso de haver chamadas de atenção, a sua divulgação pública era a melhor maneira de dar «doutrina» aos distraídos ?
encia

Pedro Magalhães disse...

Bem, não li ainda a versão impressa da notícia. Mas é certo que há informação que, pelo menos, uma pessoa como eu ou como os leitores deste blogue certamente gostariam de ter. Primeiro há a dúvida dos indecisos. Os resultados da Aximage costumam ser sempre apresentados com a % de indecisos dentro daqueles que têm, intenção de votar. Desta vez não estão lá, mas fica a dúvida.

Depois, há a questão a abstenção.A notícia fala de abstenção de 64,7%. Mas o que significa isso: que 64,7% dos inquiridos disseram que se iriam abster (776) e que as intenções de voto foram obtidas de uma sub-amostra de 424 inquiridos? Tudo bem. Se for assim, podemos calcular margens de erro específicas para cada estimativa e margens de erro para diferenças entre partidos. Mas a notícia diz que "o estudo da Aximage prevê uma abstenção elevada, na ordem de 64,7%". "Prevê"? O que quer isso dizer? Já se fica com dúvidas outra vez.

O pior é que, por certo, estas dúvidas estarão completamente no depósito feito na ERC. Caso contrário, não tenho dúvidas que a ERC já se teria feito ouvir (têm sido, e sei por experiência própria, bastante minuciosos na informação que exigem das empresas). Logo, seria normal que essa informação fosse também dada pelos jornais ou que, pelo menos, estivesse disponível nalgum lado.

Pedro Magalhães disse...

"completamente esclarecidas", queria dizer no parágrafo anterior