sexta-feira, junho 05, 2009

A "previsão" do LA-C

Nesta "previsão" do LA-C no post abaixo, tal como explicado ainda mais abaixo, lida-se com a grande variabilidade dos OBN's tomando com base apenas a votação nos 5 maiores partidos. Mas da maneira que isto está em termos de comentário a estes assuntos (ver aqui ou aqui), o Luís ainda se arrisca a que venham dizer que, afinal, "o partido x teve y nas eleições quando a previsão dava y + z".

Logo, apesar do verdadeiro confronto desta previsão com os resultados poder vir a ser feita logo após as eleições (tomando como base, obviamente, o resultados dos cinco maiores), fica aqui a "tradução" da previsão do LA-C em resultados eleitorais "convencionais", presumindo que os OBN serão 9,2%, ou seja, a média ponderada para as 4 sondagens. O que diz a Bola de Cristal do Qui-Quadrado?

PS: 34,5%
PSD: 31,8%
CDU: 9,9%
BE: 9,5%
CDS: 5%
OBN (presumido): 9,2%

Confirmas, Luís? Os intervalos encolherão um pouco, claro. E esta minha operação, evidentemente, "força" a semelhança com a média ponderada. Mas era só para ter a certeza que a coisa era devidamente compreendida.

8 comentários:

Luís Aguiar-Conraria disse...

Eu estava a preparar um post, onde ia pegar nos teus números e pô-los na minha escala. Já fizeste o inverso. Óptimo.
O que queria chamar a atenção é para o facto de os nossos números serem quase indênticos. O que faz sentido, a amostra é grande, usamos exactamente os mesmos dados e ambos os métodos de agregação das sondagens me parecem razoáveis.
A principal diferença são os meus intervalos de confiança que são bastante maiores do que os teus, sugerindo que eu não estou a usar a informação de forma eficiente. Mas isso é algo para que podemos olhar mais tarde.

Anónimo disse...

Podiam também deixar a previsão sobre votos válidos expressos.. eheh

Luís Marvão disse...

Pedro Magalhães,


Não sei se a minha impressão é correcta, mas parece-me que o PS tem vindo a descer em todas as sondagens publicadas, excepto na da Eurosondagem (aqui o resultado deste partido é superior ao verificado na anterior sondagem publicada por esta mesma empresa).

Refiro-me às últimas sondagens publicadas, por cada uma das empresas, e à sua evolução em relação aos inquéritos anteriores (presumindo que a metodologia das empresas em causa é uma constante, não variando de sondagem para sondagem).


Obrigado,

Luís Marvão

Leonel Vicente disse...

Neste cenário, o PS elegeria 9 deputados; o PSD, 8; a CDU e BE, 2 cada; e o CDS, 1.

Os eleitos do PS seriam apurados nos seguintes lugares (método de d'Hondt): 1º, 3º, 5º, 9º, 11º, 13º, 17º, 20º e 22º.

Os do PSD: 2º, 4º, 6º, 10º, 12º, 14º 19º e 21º.

Os da CDU: 7º e 16º.

Os do BE: 8º e 18º.

O do CDS: 15º.

O primeiro não eleito seria o 9º candidato do PSD. Com base nesta simulação, CDU, BE e CDS parecem longe de aspirar à eleição de outros deputados.

P. S. Nesta hipótese, pressupõe-se que nenhuma das outras forças concorrentes atinge o mínimo de 3,83 % que seria necessário para eleger um deputado...

Pedro Magalhães disse...

Luis,

Em relação às sondagens anteriores da mesma empresa, o PS desceu em todas, o PSD em 3, e o CDS também. BE e CDU subiram em 3. Também é verdade que, vistas isoladamente, nenhuma dessas tendências é estatisticamente significativa - eu testei - a não ser no caso do CESOP, cuja sondagem anterior tem mais de um mês de diferença.

Carlos disse...

Ou seja, 0,1% para a soma de TODOS os outros partidos...

Pedro Magalhães disse...

OBN são todos os outros partidos! 99,9 é irrelevante, uma questão de arredondamento. Safa.

Luís Aguiar-Conraria disse...

"OBN são todos os outros partidos! 99,9 é irrelevante, uma questão de arredondamento."

Nada disso amigo, nada disso. Os meus totais dão 99,9 para dar alguma liberadade ao leitor. Assim, se o leitor for do PSD pode dar is o,1 que falta ao PSD, se for da CDU, igualmente.
Tu devias fazer o mesmo com as sodagens do CESOP. Punhas os totais a dar 95%. Assim, o CDS em vez de apresentar queixa contra ti, pode sempre pegar nesses 5% e enfiá-los no..., bem enfiá-los onde quiserem.