sexta-feira, fevereiro 18, 2005

Certeza absoluta

Uma certeza absoluta: estas eleições vão ser aquelas (pelo menos desde 1991) em que haverá menos diferença entre as diferentes sondagens no que respeita à precisão das suas estimativas. Isso sabe-se de forma muito simples: a dispersão nos resultados das diferentes sondagens é a menor de sempre. As estimativas para o PS oscilam entre os 43% e o 47%, para o PSD entre os 27% e os 31%, para a CDU entre os 6% e os 9%, para o CDS-PP entre os 6 e os 8%, e para o BE entre os 5% e os 8%. Pode ainda parecer muito, e para os pequenos partidos, num certo sentido, é. Mas isso não impede que estas sejam as eleições legislativas onde as últimas sondagens mais convergiram entre si. Agora se estão todas muito "certas" ou todas muito "erradas" é outra questão...
Enviar um comentário